Morte cinematográfica: as últimas palavras de 5 personagens históricos

“Vá embora, últimas palavras são para bobos que nunca disseram o suficiente.” Karl Marx, 1883, filósofo alemão e principal teórico do comunismo.

Quando se estuda História é preciso ter um certo cuidado para não idealizar ou mitificar grandes protagonistas. Entretanto em alguns casos certas personalidades são impactantes a um nível cinematográfico. A história de suas vidas daria um belo filme, e talvez não por acaso, até mesmo nos últimos momentos de suas vidas podemos extrair frases inspiradoras. Veja alguns exemplos:

 "Não é nada... Não é nada..." Francisco Ferdinando, 1914, herdeiro do trono austro-húngaro. Sua morte é considerada como o estopim para o início da Primeira Guerra Mundial.

"França... Exército... Chefe de Estado... Josefina." Napoleão Bonaparte, 1821, ele foi um dos maiores imperadores de toda a história. Josefina, sua primeira esposa, faleceu alguns anos antes, em 1814. 

"Estou entediado com tudo isso." Winston Churchill, 1965, um dos maiores estadistas britânicos, mundialmente conhecido por sua atuação como primeiro-ministro do Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial

"Tudo é uma ilusão" Mata Hari, 1917, uma dançarina holandesa mundialmente conhecida por ter trabalhado como espiã agente dupla durante a Primeira Guerra Mundial



Sobre este site

O Projeto História Ilustrada é uma iniciativa acadêmica apoiada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e pela Fundação Antõnio dos Santos Abranches (FASA). Todos os autores deste site são formados ou estudantes do curso superior em História. Nós usamos técnicas de redação compatíveis com a linguagem da internet com o objetivo de disseminar o conhecimento e paixão pelos estudos históricos.

3 comentários:

  1. Este site é simplesmente fantástico! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. é verdade, conteúdo excelente, to praticamente o dia inteiro lendo suas matérias. Parabéns.

    ResponderExcluir