O Milagre do Sol em Fátima




Entre crentes e céticos, dezenas de milhares de pessoas num raio de 18km presenciaram o milagre do sol, em Fátima, Portugal (1917).

Três crianças da região, após supostamente terem presenciado aparições da Virgem Maria, tiveram da santa a promessa de um milagre a ser presenciado por quem o quisesse ver. 

As crianças tinham uma série de "recados" da entidade, tanto para serem entregues de maneira particular à igreja, quanto para serem dados a todos os fiéis. Para que as autoridades acreditassem nas histórias das crianças, foi feita a promessa de que no dia 13 de outubro de 1917, nos campos de Cova da Iria, perto de Fátima, Portugal, iria ocorrer um milagre.


Estimativas variam entre 50 e 100 mil pessoas presentes no acontecido. Lá estavam céticos e crentes, fanáticos e indiferentes.

Após uma forte chuva, o sol apareceu de maneira atípica, e as roupas das pessoas presentes, que estavam molhadas, agora estavam secas milagrosamente, o sol aparentemente girava em torno de si, e ziguezagueava em múltiplas cores, de maneira que seu brilho era menos intenso e mais opaco.



O fenômeno foi testemunhado por todas as categorias de pessoas ali presentes. As três crianças que haviam anunciado ao público a data do milagre relataram terem visto "dentro do sol" a Virgem Maria, São José, e Jesus Cristo. Outras pessoas afirmaram ter visto vultos dentro do aparente sol. Muitos concordaram na teoria de que não era o sol que estava ali, mas um disco brilhante, que o bloqueava e fazia parecer que era o próprio sol. Houveram ainda algumas pessoas que afirmaram nada ter visto.


Nenhuma atividade solar anormal foi registrada na data por cientistas de todo o mundo. O milagre só pôde ser visto num raio de 18km do local anunciado. Outros relatos de milagres parecidos em outras partes do globo em outras datas também foram relatados naquele século.


Teorias de que ocorreu uma alucinação coletiva ou algo do gênero são pouco aceitas pelo fato de que o milagre foi visto por diferentes categorias sociais, e de que algumas pessoas o viram sem estar em meio à multidão agrupada nos campos. Alguns cientistas ainda dizem que os fenômenos oculares são decorrentes do contínuo ato de olhar para o astro sem a devida proteção, mas isso não explica os relatos das roupas secas instantaneamente, nem das visões de pessoas que não estavam tentando observar o milagre.


Alguns ufólogos sustentam a tese de que o suposto milagre teria sido provocado com o uso de tecnologia alienígena, numa maneira de extra-terrestres interferirem em decisões da humanidade (isso se sustenta pelo fato de três cartas lacradas terem sido entregues ao vaticano, tendo data certa para serem abertas e lidas. Duas delas foram reveladas sem demora, porém, a última foi lida por três papas, e só o terceiro, João Paulo II, resolveu divulgá-la. Muitos acreditam na não autenticidade ou na ausência da totalidade do terceiro segredo revelado). As cartas têm caráter profético, podendo-se claramente ler referências à Segunda Guerra Mundial e ao comunismo, sobre o comunismo, elas o desaprovam e pregam o seu combate.

Sobre este site

O Projeto História Ilustrada é uma iniciativa acadêmica apoiada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e pela Fundação Antõnio dos Santos Abranches (FASA). Todos os autores deste site são formados ou estudantes do curso superior em História. Nós usamos técnicas de redação compatíveis com a linguagem da internet com o objetivo de disseminar o conhecimento e paixão pelos estudos históricos.