Completamente surreal: Fotos de dentro de shoppings abandonados nos Estados Unidos



Não há nada mais fascinante do que olhar um ambiente humano sem os seus protagonistas. O declínio econômico no negócio tem feito muitos investidores abandonarem este nicho, isso se explica pelo fato da "cultura do shopping" estar sendo superada por lojas que aproveitam o espaço público da cidade. É um fenômeno histórico de uma mudança de comportamento urbano: neste texto de um site especializado em arquitetura e urbanismo, podemos perceber que a lógica em que se aplica o uso dos shopping centers já não é a mesma.

"Quando o shopping passa a ser uma necessidade e não apenas mais uma opção, isso é sinal de que a cidade se encontra terrivelmente adoecida"

"Quando as ruas não são agradáveis aos sentidos (ruas feias, fétidas, com poluição sonora e visual), quando há uma constante sensação de insegurança, quando a infraestrutura das ruas é decadente, as calçadas quebradas e você tem que disputar o espaço com carros e camelôs, obviamente a melhor solução é nos refugiar em um ambiente mais agradável e de fácil acesso como um shopping center, para fazer nossas compras e satisfazer nossas necessidades de lazer."

Enquanto o Brasil ainda não vive este momento, os Estados Unidos já experimentam a experiência de retornar ao espaço público, e isso tem sido fatal para os shopping centers. O mapa acima mostra a localização dos shoppings abandonados, abaixo estão algumas fotos desses lugares.

Rolling Acres Mall: Akron, Ohio











Hawthorne Plaza Mall: Hawthorne, Califórnia.




Cloverleaf Mall: Chesterfield, Virgínia.





Dixie Square Mall: Harvey, Illinois.






Randall Park Mall: North Randall, Ohio







 Via http://www.buzzfeed.com/mjs538/completely-surreal-pictures-of-americas-abandoned-malls?bffb

Sobre este site

O Projeto História Ilustrada é uma iniciativa acadêmica apoiada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e pela Fundação Antõnio dos Santos Abranches (FASA). Todos os autores deste site são formados ou estudantes do curso superior em História. Nós usamos técnicas de redação compatíveis com a linguagem da internet com o objetivo de disseminar o conhecimento e paixão pelos estudos históricos.

16 comentários:

  1. no se llaman shoppings...se llaman malls or shoppingmalls !!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite Bruno.
    Realmente Bruno, é como você descreveu, pois "Não há nada mais fascinante do que olhar um ambiente humano sem os seus protagonistas. Sabe, acho que as vezes as pessoas acaba sobressaindo em alguns ambientes e aproveitar melhor seus ambientes dando vida retorna calor humano. Compartilhe sempre comigo estas matérias maravilhosas, pois adorei ver estas imagens
    Abraços sempre.
    ClaraSol

    ResponderExcluir
  3. próximos cenários de silent hill

    ResponderExcluir
  4. no Brasil, esses espaços vazios dos shoppings fechados seriam logo invadidos por moradores de rua.ao contrário dos EUA, cidades pequenas têm construído mais e mais pequenos shoppings exatamente pelo risco de se andar em vias públicas para as compras e nos shoppings de cidades grandes já acontecem os "rolezinhos". sem a base para um processo de retorno ás compras em ruas públicas , esses shoppings no Brasil tendem a aumentar com certeza.

    ResponderExcluir
  5. Que merda

    E assim vai a especulação financeira, fodendo o mundo. Centenas de milhares de pessoas não tem onde morar, inclusive no todo poderoso Estados Unidos da América e ver estes gigantescos shoppings abandonados com tantos não tendo se quer uma barraca pra dormir, é lamentável. Poderiam demolir isto ai e construir várias casas ou conjuntos habitacionais. Mas como não é interessante, ta ai, apodrecendo.

    ResponderExcluir
  6. Se tivesse locais abandonados desse tipo aqui no Brasil, virariam abrigo de vagabundo e usuários de drogas...

    ResponderExcluir
  7. mas tudo isto que vemos e vivemos aqui e fora daqui chama-se falta de educação. Educação voltado para o bem comum. Somos todos, cada um em seu quadrado, egocêntricos e socialmente desequilibrados. Evoluímos em todas as áreas científica porém continuamos a nos atacar e matar como homens das cavernas. É lamentável dizermos que Shakespeare continua atual quando na real nós é que continuamos absurdamente atrasados socialmemte. E não é no Brasil, nos USA, na África mas no planeta todo. Somos uma espécie só: a humana e enquanto não pensarmos no uno não teremos saida melhor do que a que vemos pelo mundo afora

    ResponderExcluir
  8. Dificilmente veríamos shoppings abandonados no Brasil, até porque a demanda de espaços controlados por essas bandas é grande. O shopping intimida o indesejável e afasta o inconveniente, cria um local onde as coisas não costumam falhar e tudo é resolvido rapidamente: é o paraíso das classes médias e baixas, o lugar onde nos refugiamos do calor infernal dos trópicos, e onde tudo funciona.

    É onde há ordem, aquilo que o brasileiro médio mais aprecia. Por isso, sobreviverão.

    ResponderExcluir
  9. Os dados sobre o ciclo de operacionalidade de um edifício estão previstos estimativamente em seu projeto, que não é de conhecimento público. Assim, o término de um ciclo [previsto] pode dar início à sobreposição de projetos cuja função seja a compatibilização de interesses sociais. Como, no caso dos processos terminais, não existem evidências observacionais diretas de suas causas, a média das especulações de ordem pública sobre o evento limitam-se ao campo de entropia de investimentos.

    ResponderExcluir
  10. Essas imagens deixam uma sensação de fim do mundo, cenário perfeito para vários filmes de terror ou um mundo sem a presença do homem. Ressalva as belas fotos retiradas pela equipe belíssimo trabalho parabéns.

    ResponderExcluir
  11. Shoppings são pragas urbanas, onde os funcionários são explorados ao máximo, enquanto os donos ficam em casa nos finais de semana. Exploram o Domingo, exploram a carga horária, causam doenças respiratórias para os frequentadores e funcionários, causam doenças diversas aos funcionários devido aos stress, os funcionários perdem o vínculo familiar e aos amigos. Todos devem deixar de existir!

    ResponderExcluir