Entenda a verdade: 15 Fotos e 10 Fatos sobre o Holocausto





Dormitório coletivo de judeus em campo de concentração polonês, 1943.

Quando Adolf Hitler assumiu o comando da Alemanha em 1933, aquele país iniciou a institucionalização de uma ideologia mortífera. Se por um lado a repulsa aos judeus e outras categorias já existia na Europa há séculos, seria inédita a postura assumida pelo governo para lidar com essa situação. Sustentados por um pensamento pseudo-científico conhecido como darwinismo social, os nazistas perseguiram e executaram milhões de civis em um episódio que ficou conhecido como Holocausto.

Apesar do tema ser exaustivamente trabalhado, as dúvidas a seu respeito são numerosas. Boa parte do que se "sabe" sobre o holocausto é baseado em filmes que às vezes partem para o apelo emocional, fugindo à realidade. No campo científico os estudiosos acabam sendo mais cuidadosos com números e análises.

Este artigo reúne alguns dos principais fatos sobre a perseguição e extermínio massivo de milhões de pessoas. Afinal, quem, quando e quantos foram atingidos? Quem foi o responsável e quais suas motivações? Existe algum nível de exagero ou distorção da verdade? Leia essas respostas e veja fotografias que poderão contextualizar melhor este tema.

(clique nas imagens para ampliar)

1 - O Holocausto era sustentado por uma pseudo-ciência
Uma pseudo-ciência que chegou a ser lecionada em universidades está diretamente ligada às práticas desumanas aplicadas durante o Holocausto: a Eugenia. Seu principal objetivo era desenvolver maneiras de manipular e otimizar a evolução humana de acordo com os princípios darwinistas aplicados à humanidade (darwinismo social). Na prática se tornou terreno para legitimar o racismo e defender práticas extremamente polêmicas, como a esterilização e extermínio de grupos genéticos inteiros. Por questões que envolvem ética e a prova da inexistência de diferentes raças humanas, a eugenia já não é mais considerada uma ciência, entretanto ainda nos dias de hoje é possível observar a aplicação e defesa de seus princípios principalmente em países europeus.

Soldado nazista ridiculariza os cabelos do jovem e aflito judeu polonês. Observe que ele carrega uma tesoura na mão esquerda.

2 - O Holocausto começou antes da Segunda Guerra Mundial
Desde o começo da década de 1930, quando os nazistas chegaram ao poder, começaram a surgir diversas leis de cunho racista que visavam limitar os direitos dos judeus, as novas regras proibiam desde a realização de casamentos entre judeus e arianos até mesmo a frequentar locais públicos (inclusive hospitais). Pode parecer estranho imaginar que a comunidade internacional conviveu com isso por anos, mas esta é a realidade. Enquanto os judeus mais ricos simplesmente fugiram para outros países, os mais pobres ficaram até o cerco se fechar.

Sinagoga completamente destruída durante a Noite dos Cristais (Kristallnacht), Dortmund, Alemanha, 1938. A Noite dos Cristais foi uma onda de violência antissemita ocorrida após o assassinato de um embaixador alemão por um judeu na França. Praticamente sem qualquer interferência da polícia ou corpo de bombeiros, cidadão alemães enfurecidos destruíram templos e saquearam lojas em um episódio que resultou na morte de dezenas de judeus em toda a Alemanha. O nome Noite dos Cristais faz referência ao grande número de vidraças (das lojas judaicas) quebradas pela população naquela madrugada.

3 - O Holocausto não se resumiu aos judeus
Não há dúvidas que o povo mais perseguido pela Alemanha Nazista foi o judeu, mas não foram somente eles que sofreram perseguições, prisões e execuções sumárias. Entre os indesejáveis do Terceiro Reich também figuravam outros grupos étnicos não-arianos, como os ciganos e eslavos. Outras categorias como aleijados, homossexuais e inimigos políticos (comunistas, anarquistas, testemunhas de jeová, etc...) também acabaram em campos de concentração.

Prisioneiro britânico frente a Heinrich Himmler, um dos grandes idealizadores do Holocausto.

4 - Muitos prisioneiros foram usados como cobaias para experimentos médicos
O uso de cobaias humanas hoje em dia é algo extremamente delicado e sua discussão sobre questões éticas acaba impondo limites às realizações de determinados testes. No contexto do holocausto alguns médicos nazistas realizaram experiências mortíferas que envolviam homens, mulheres e até mesmo bebês. O principal responsável por essas experiências foi Josef Mengele, conhecido como O Anjo da Morte, médico chefe do temido campo de extermínio Auschwitz-Birkenau. Fontes indicam o uso de milhares de prisioneiros em experiências quase sempre fatais, e quando a vítima sobrevivia, era executada para uma análise de seu cadáver. Entre as experiências realizadas podemos citar: exposição à radiação, congelamento, consumo exclusivo de água do mar e até mesmo dissecação de vivos para observar a evolução de doenças e infecções.

Crianças ciganas em estágio avançado de desnutrição. Elas foram usadas como cobaias em experimentos médicos em Auschwitz, Polônia, 1943.

5 - A política de perseguição evoluiu gradualmente para um sistema de extermínio em proporções industriais
Como já foi dito anteriormente, a perseguição começou de fato com a imposição de leis limitadoras cada vez mais incômodas. Os judeus foram afastados de todos os cargos públicos, suas crianças foram expulsas das escolas e se criaram instituições para expulsá-los do território alemão. Com o início da Segunda Guerra os cuidados para maquiar o anti-semitismo para a comunidade internacional cessaram, judeus agora eram obrigados a andar com uma estrela de identificação, gradualmente foram forçados a habitar regiões segregadas (os chamados guetos) onde faltava tudo, desde moradias suficientes até alimentação e ofertas de trabalho. Quando o conflito mostrou maiores dificuldades para a vitória nazista, entrava em cena a chamada Solução Final: prisioneiros eram levados para campos de extermínio, verdadeiras "fábricas de morte" movidas a envenenamento com um gás pesticida chamado Zyklon B. 

Essa é uma das imagens mais conhecidas quando o assunto é Holocausto. Se trata de um grupo de judeus rendidos após uma revolta no Gueto de Varsóvia, 1943.

Trem lotado de judeus a caminho de Auschwitz, 1942.

As paredes arranhadas transmitem o desespero de dentro de uma câmara de gás de Auschwitz.

Pilha de óculos de prisioneiros confiscados pelos nazistas em Auschwitz, foto de 1945.

6 - A propaganda sobre o Holocausto foi muito explorada na Segunda Guerra Mundial
Ao longo do conflito os rumores sobre o que os nazistas faziam com seus inimigos foram explorados ao máximo. Por anos essas informações eram vistas com muita desconfiança. Do lado nazista a mensagem que se passava era que os prisioneiros estavam em lugares agradáveis e o ódio antissemita só aumentava uma vez que a evolução da guerra deixou claro que a derrota seria inevitável. Do lado dos aliados se explorou o Holocausto como forma de convocar países em um esforço contra as atrocidades do eixo. O excesso de simbolismo usado pelo Terceiro Reich facilitava a propaganda: imensas bandeiras, suásticas, runas e a liderança caricata de Adolf Hitler despertavam emoções intensas que variavam entre amor e ódio.

Judeu desnutrido se esforça para se manter de pé no campo de concentração de Buchenwald, na Alemanha, 1944.

7 - Apesar das denúncias e forte propaganda, a libertação dos prisioneiros não era prioridade dos Aliados
Uma contradição amarga a ser lembrada é que os Aliados não direcionaram o esforço de guerra para a liberação dos judeus. Ao invés disso, se observou uma corrida pela aniquilação do Estado Nazista. Isso remete às divergências nos interesses políticos das duas partes que formaram as Potências Aliadas, o único elemento que ligava a União Soviética ao ocidente era o inimigo em comum (Hitler), no mais, eles eram adversários. Sendo o rápido avanço soviético no front oriental uma forte ameaça da dominação comunista no continente europeu.

Judeu encarregado de distribuir braçadeiras com a Estrela de Davi. A lei nazista exigia que o judeu se identificasse com esse símbolo.

8 - Nem todos os aliados de Hitler colaboraram com o Holocausto
Entre civis, diplomatas e até mesmo governantes, vale lembrar que nem todos aqueles que estavam alinhados com os interesses do Eixo ofereceram cumplicidade no Holocausto. Diferentemente de países como a Itália Fascista e a França Colaboracionista, que aplicaram leis antissemitas e deportaram seus cidadãos para campos de extermínio, houve casos de gente que ofereceu resistência e até se arriscou para salvar alguns judeus. A título de exemplo, diplomatas de diversos países como Portugal e Espanha abrigaram judeus e outras minorias em suas embaixadas. No caso da Espanha foi notável a maior resistência em entregar judeus, mas descobertas recentes evidenciaram que o ditador fascista Francisco Franco (ao contrário do que ele disse à comunidade internacional) entregou cerca de 6 mil judeus para Hitler.

Judeus em Berlim caminham com a Estrela de Davi costurada em suas roupas, 1941.

Vista da entrada de Auschwitz - Birkenau, o principal campo de extermínio nazista, lugar onde morreram mais de um milhão de vítimas do Holocausto.

9 - A população alemã em geral não sabia exatamente o que se passava nos campos de concentração
A demonização da ideologia nazista é um tema extremamente delicado quando lembramos que Hitler chegou ao poder de forma democrática e boa parte da população da Alemanha aprovava calorosamente o regime. De fato o racismo era algo presente naquela nação, mas isso não significa muita coisa: se você observar com cautela os principais jornais circulantes na Inglaterra e Estados Unidos naquele período, vai perceber que o racismo e a segregação também existia nesses países. Apesar de haver casos de violência explícita contra judeus por parte de civis alemães, as atrocidades cometidas nos campos de concentração eram mantidas em sigilo pelo alto comando nazista.

Jovem alemã se assusta ao ver os corpos exumados das vítimas do Holocausto. Os Aliados chegaram a desenterrar centenas de cadáveres para obrigar a população a encará-los em troca de comida, Namering, Alemanha, Maio de 1945.

10 - Os dois lados da guerra tentaram distorcer o Holocausto
Quando se fala em Holocausto é comum remeter às grandes produções cinematográficas a respeito. Isso é grave, precisamos contextualizar o evento e o momento de sua revelação ao mundo: com o fim da Segunda Guerra Mundial a descoberta dos campos de concentração aqueceu o desejo de estabelecer uma pátria para os judeus, assim, se procurou potencializar o episódio com diversos artifícios. Muitas fotografias tiveram um cenário forjado, soldados recolheram e empilharam corpos, prisioneiros doentes foram selecionados a dedo para compor imagens chocantes.

Entendida a posição Aliada, deve-se observar com ainda mais atenção a postura dos chamados revisionistas. Entre estudiosos e completos leigos, eles utilizam fontes duvidosas para questionar uma das atrocidades mais bem documentadas da história. Eles são impulsionados por pensamentos simpáticos ao nazismo ou ódio religioso relacionado aos conflitos com a formação do Estado de Israel e a população palestina. O xiita Mahmoud Ahmadinejad, atual presidente do Irã, em uma declaração pública chamou o Holocausto de "mito", posicionamento comum entre os islâmicos mais radicais. A revisão da história, quando feita com seriedade, é um papel muito importante para desconstruir certas ilusões. A necessidade de reanalisar o Holocausto não seria de tamanha polêmica se dezenas de países não considerassem crime a sua prática, atitude gravíssima, uma vez que não existe tema histórico de veracidade incontestável.

Prisioneiros do campo de concentração de Buchenwald, Março de 1945.

Algumas fontes:

Bruno Henrique Brito Lopes 
Graduando em História pela Universidade Católica de Pernambuco.

Sobre este site

O Projeto História Ilustrada é uma iniciativa acadêmica apoiada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e pela Fundação Antõnio dos Santos Abranches (FASA). Todos os autores deste site são formados ou estudantes do curso superior em História. Nós usamos técnicas de redação compatíveis com a linguagem da internet com o objetivo de disseminar o conhecimento e paixão pelos estudos históricos.

91 comentários:

  1. Respostas
    1. História que nunca deveria ter existido né meu amigo. Afinal, somos todos da mesma espécie e os nazistas não a amavam, seres humanos que não ofereciam perigo algum foram tratados como lixo, escravizados e depois mortos da pior forma possível.

      Excluir
    2. Me desculpem a falta de entendimento mas... onde está o Holocausto nessas fotos?

      Excluir
    3. Curiosamente em minha infância eu li três revistas Life, vi o quadro da Alemanha pouco antes da WW2 e li sobre a ação judaica naquela pátria. Mas por coincidência os livros, revistas e demais documentos de antes da WW2 "inexplicavelmente" deixara de existir.
      Outro fato interessantíssimo é que meu convívio com as colônias em dezenas de cidades alemãs e italianas de meu estado me fez eventualmente entrar neste assunto "geralmente trazido à tona pela própria rede (globo)" falando com estes europeus e de outros países acabei percebendo que o povo Judeu já estava sendo expulso de outros países da Europa, infelizmente a Alemanha havia demorado de mais para perceber a necessidade de agir como fizeram os países vizinhos.
      É claro que a história sempre será contada pela forma e gosto dos vencedores.
      Hoje é simplérrimo se observar esta ação que havia acabado com a economia Alemã, bastará se observar os nomes dos diretores, donos e presidentes dos principais bancos e das principais organizações internacionais que não casualmente lhe remeterão a apenas um único povo, adivinhe qual?
      Um abraço carinhoso e fraterno aos que ainda creem em contos de fadas, eu um abraço humilde aos milhões de amigos que já estão despertos!

      Excluir
    4. isso é horrivelmente trite de mais para comentar

      Excluir
    5. Ao Unknown: Triste de mais é ser enganado!

      Excluir
    6. AQUELES QUE NEGAM A EXISTÊNCIA DO HOLOCAUSTO SÃO PIORES QUE OS PRÓPRIOS NAZISTAS... A ALEMANHA ATÉ HOJE ME DIA PAGA A FAMILIARES DE JUDEUS MORTOS PELO GÁS ZIKLON B NOS CREMATÓRIOS DOS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, PELO CONFISCO DE SUAS PROPRIEDADES E BENS DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL. HÁ TESTEMUNHOS E FOTOS TANTO DOS AMERICANOS QUANTO DOS SOVIÉTICOS QUANDO ENTRARAM NOS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO SOBRE O QUE VIRAM ALI... HÁ TESTEMUNHOS DE SOBREVIVENTES... VISITE A POLÔNIA E VERÁ O CAMPO DE EXTERMÍNIO DE AUSCHWITZ PESSOALMENTE ISSO É PARA OS IGNORANTES E SATÂNICOS QUE INSISTEM EM NEGAR ESTE FATO DA HISTÓRIA...NOJENTOS

      Excluir
    7. É hoje eles matam crianças palestinas e ¨NÉGÃO¨covardemente.

      Excluir
  2. faltou você citar as atrocidades no campo de Jasenovac na Croácia...
    Os Ustasha (nazis croatas) cometiam atrocidades que chocavam mesmo os nazistas.

    ou então a infame Unidade 731(em Manchukuo)onde os militares japoneses faziam experiências macabras com prisioneiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puta que pariu! Acabei de pesquisar sobre Ustasha e tô abismada! Valeu pela informação, agora tenho mais coisa pra estudar no quesito holocausto.

      E essa Unidade 731 eu já ouvi falar mas pelas imagens acho que eu ainda não tenho sanidade suficiente pra me aprofundar no assunto.

      Excluir
  3. Os Czares russos caçavam judeus e a comunidade internacional nada disse.

    ResponderExcluir
  4. Não era só uma ideologia e sim para ficar com os bens que os judeus tinham, também foi uma manobra econômica....infelizmente pagaram com a vida.

    ResponderExcluir
  5. Boa abordagem. Sei que não é o propósito dessa abordagem, mas os Campos de Concentração não foram inventados pelos Nazistas. Ele já existiam há tempos na África do Sul, sob a concepção e comando da Inglaterra.

    ResponderExcluir
  6. Vamos lembrar que no lado Oriental da WW II, eles não consideravam o ACORDO DE GENEBRA para os prisioneiros de guerra...

    ResponderExcluir
  7. E os campos de concentração que os americanos criaram para colocar os japoneses, que eram tão higienicos quanto os nazistas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Incrível, toda vez que se fala em alguma atrocidade cometida na História, por qualquer nação, lá vem um alienado procurando alguma coisa para falar contra os norte-americanos! Eita alienação maldita! Fatos: se não fosse a ajuda dos gringos, Hitler não teria sido derrotado, e se também não fossem eles, muito provavelmente não existiria democracia no mundo, hoje. Acorda dessa lavagem cerebral que os professores comunistas lhe fizeram e vai estudar História a sério, meu filho!

      Excluir
    3. Você que é alienado Henrique Sebastião, na Segunda Guerra não teve essa historinha de bem contra o mal com os Estados Unidos e a Inglaterra espalharam pelo mundo. Se tivessem sido justos todos tinham sido jugados como crimes de guerra não apenas os nazistas. E tbm nunca existiu essa historia de Hitler querer dominar a Europa, na verdade era Stalin que queria, a ameaça pior era ele. Atrocidades foram cometidas por todos os lados, não apenas o Holocausto, que ficou em evidência porque a Alemanha perdeu e eles foram considerados os maus. Se existir o céu ou o inferno está hora estão todos lá juntos Hitler, Stalin, Churchill, Roosevelt, Mussolini e todos os seus generais, soldados que participaram das atrocidades.

      Excluir
  8. Aliados acusando os alemães de serem racistas e enquanto o bicho pegava na Europa, os negros americanos sentando nos bancos de trás dos ônibus...
    Guerra é sempre um jogo de interesses! Defendemos sempre o que é conveniente à nós mesmos... numa guerra não existe lado bom ou lado mal, todos são assassinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você prefere sentar no banco de trás ou ser mandado para um campo de extermínio, ver sua família toda ser assassinada e servir como cobaia para "experiências científicas" mortíferas? Por que você sempre tem que ir buscar alguma coisinha para atacar os americanos? Que alienação absurda é essa, que os professores comunistas enfiaram na sua cabeça, meu filho? Acorda.

      Excluir
  9. Fato: MILHÕES DE PESSOAS FORAM EXTERMINADAS NOS CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO NAZISTAS.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fato: Nem só nos campos de concentração foram mortas as pessoas. A ênfase a esses lugares é dada por conta dos judeus. Vale ressaltar que muitas outras etnias e grupos específicos foram vítimas, mas não se dá a devida atenção: deficientes, negros, testemunhas de Jeová, etc. E quanto a Ruanda, há pouco tempo? FATO: as elites decidem o que deve ser importante ou não.

      Excluir
    2. Não há prova de campos de extermínio. Não há ordens de extermínios. Não há autópsias de corpos. Há leis proibindo a discussão de holocausto. Há induções psicológicas em fotos e filmagens para os desatentos e desinformados. Falsos testemunhos. Inúmeras contradições. É uma armação de quem ganhou a guerra com objetivos já ensaiados ateriormente. Até hoje na há assinatura de tratado de paz com a Alemanha. É um holoconto.

      Excluir
    3. Houveram sim meu amigo Celso Matzenbacher, mas que provarão a farsa, o triste foi se observar que este povo "tão perseguido dês de o antigo Egito" prova sempre que de perseguido nada tem.
      Em Porto Alegre havia até alguns anos uma editora, a Revisão que juntou fatos comprovados e criou uma série de livros.
      Pois o povo perseguido caçou até encontrar um juiz de seu povo que condenasse o editor desta Revisão, e então destruirão todos os livros e todos os materiais que comprovavam os fatos reais.
      O mais engraçado é ver hoje a rede "globo" citar o direito de imprensa livre, para si é claro.

      Excluir
    4. SEMPRE TEM GENTE MACABRA NESTE MUNDO... OS DESCENDENTES DOS NAZISTAS, OS MAUS, PSICOPATAS, ALIENADOS, INVEJOSOS, ETC. PARA DIZER QUE O HOLOCAUSTO NÃO EXISTIU... É SÓ VIAJAR PARA A POLÔNIA E VISITAR, NAS CERCANIAS DE VARSÓVIA, O MAIOR COMPLEXO INDUSTRIAL DA MORTE, ONDE MILHÕES DE PESSOAS, EM SUA MAIORIA JUDEUS, FORAM DESPOJADOS DE SEUS PERTENCES, ARRANCADOS DE SUAS FAMÍLIAS, ENVIADOS PARA CÂMARAS DE GÁS ONDE FORAM ENVENENADOS E DEPOIS CREMADOS E SUAS CINZAS JOGADAS NOS RIOS PARA APAGAR QUAISQUER VESTÍGIOS DA MATANÇA ALI OCORRIDA... ESTOU ME REFERINDO AO CAMPO DE EXTERMÍNIO DE AUSCHWITZ, ATUALMENTE ABERTO À VISITAÇÃO, ONDE QUALQUER UM PODE ENTRAR E VER PESSOALMENTE AS ATROCIDADES LÁ COMETIDAS...

      Excluir
    5. AQUELES QUE NEGAM O OCORRIDO É PORQUE TÊM ÓDIO DAS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO AO PONTO DE QUERER REINVENTAR A HISTÓRIA HUMANA ACUSANDO AS VÍTIMAS DAQUELE HORROR DE ESTAR MENTINDO. SÃO PESSOAS MÁS, SEM REMORSO OU SENTIMENTO, PRECONCEITUOSOS, MEDÍOCRES, ESTAGNADOS. QUEREM INVERTER A VERDADE DAS COISAS PARA MOSTRAREM-SE MELHORES... NÃO PASSAM DE UM BANDO DE COITADOS... RAIVOSOS, DESTILANDO ÓDIO, NÃO SÃO GENTE...

      Excluir
    6. Quem matou e escravizou milhões de Negros no Brasil, não foram os "nazistas"! Olha primeiro o teu rabo sujo pra depois falar dos outros!

      Excluir
  10. E QUEM MATOU 8 MILHÕES DE ALEMÃES, SEUS PANACAS QUE SÓ FALAM DESSES JUDEUS, QUANDO E SABIDO QUE NA SEGUNDA GUERRA MORRERAM 50 MILHÕES DE PESSOAS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram eles que começaram a guerra,ignorante.
      Fora os inocentes, o restante culpado que sobreviveu deveria ter sido aniquilado.

      Excluir
    2. o perfil desse cara é assustador. É um fascista dos bem ignorantes.

      Excluir
    3. A guerra foi declarada aos alemães em 1933 pelos judeus do mundo todo. Tem manchetes provando. Contra fatos não há argumentos! Confirme na internet em algum site ex: "Mito & Realidade: A Declaração de Guerra dos Judeus à Alemanha Nazi "

      Excluir
    4. COMO JÁ DISSE, DE LOUCOS, PSICOPATAS, SERIAL KILLERS, PARANÓICOS O MUNDO ESTÁ CHEIO... AGORA APARECE ESSE TAL DE MATZENBACHER DELIRANDO... QUANTO ÓDIO AOS JUDEUS,SUJEITO RACISTA E PRECONCEITUOSO, SE POR VOCÊ FOSSE E DO JEITO QUE FALA, VC SERIA O PRIMEIRO NAQUELA ÉPOCA A MANDAR JUDEUS PARA A MORTE... CONFESSA QUE É ISSO QUE NA REALIDADE SE ESCONDE POR TRÁS DESSE SEU FALATÓRIO DELIRANTE E MENTIROSO...

      Excluir
  11. Na guerra quem sofre sempre são os inocentes

    ResponderExcluir
  12. O comentário do Sofran é sofrível, não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofrível é que o Brasil matou e escravizou milhões de Negros! O será que Hitler fiz isso seu panaca sofrível!

      Excluir
    2. Sofrível é que o Brasil matou e escravizou milhões de Negros! O será que Hitler fiz isso seu panaca sofrível!

      Excluir
  13. Os homens caminham e praticam o que quiser diante da paciência de Deus. Mas meu caro amigo leitor se quiseres entender tudo isto, basta prestar atenção nas palavras de João I ( o verbo divino) :" A luz resplandece nas trevas, mas as trevas não a compreenderam". Esta luz é o messias que veio ao mundo. O juízo deste mundo está aí nestas poucas palavras do filho de Deus.Ignorar esta luz e seus ensinamentos é levar a juízo de si mesmo. Não tem volta, já não há apenas a mortificação da carne, mas do Espirito. Não uma extinção do espirito, mas uma total ausência de Deus, sofrimento Eterno, mas é claro que dentro da Onisciência, Onipotência, Benevolência e misericórdia de Deus que tudo sabe de cada Um (individualmente) . Reflita e ficarás menos preocupado diante de tudo que acontece no mundo. Crede na Luz que veio ao mundo, só assim você saberá o que ESTÁ SEGUINDO, deixe-se levar por Deus! Geraldo R. Campagnani

    ResponderExcluir
  14. Os homens caminham e praticam o que quiser diante da paciência de Deus. Mas meu caro amigo leitor se quiseres entender tudo isto, basta prestar atenção nas palavras de João I ( o verbo divino) :" A luz resplandece nas trevas, mas as trevas não a compreenderam". Esta luz é o messias que veio ao mundo. O juízo deste mundo está aí nestas poucas palavras do filho de Deus.Ignorar esta luz e seus ensinamentos é levar a juízo de si mesmo. Não tem volta, já não há apenas a mortificação da carne, mas do Espirito. Não uma extinção do espirito, mas uma total ausência de Deus, sofrimento Eterno, mas é claro que dentro da Onisciência, Onipotência, Benevolência e misericórdia de Deus que tudo sabe de cada Um (individualmente) . Reflita e ficarás menos preocupado diante de tudo que acontece no mundo. Crede na Luz que veio ao mundo, só assim você saberá o que ESTÁ SEGUINDO, deixe-se levar por Deus! Geraldo R. Campagnani

    ResponderExcluir
  15. Na Segunda Guerra não teve essa historinha de bem contra o mal com os Estados Unidos e a Inglaterra espalharam pelo mundo. Se tivessem sido justos todos tinham sido jugados como crimes de guerra não apenas os nazistas. E tbm nunca existiu essa historia de Hitler querer dominar a Europa, na verdade era Stalin que queria, a ameaça pior era ele. Atrocidades foram cometidas por todos os lados, não apenas o Holocausto, que ficou em evidência porque a Alemanha perdeu e eles foram considerados os maus. Se existir o céu ou o inferno está hora estão todos lá juntos Hitler, Stalin, Churchill, Roosevelt, Mussolini e todos os seus generais, soldados que participaram das atrocidades.

    ResponderExcluir
  16. Falta mostrar os 8 milhões de alemães mortos pelos bandidos comunistas soviéticos e anglo-americanos!

    ResponderExcluir

  17. Baixe o app par

    Me peguei perguntando:
    O qu fazer?
    Mudar todos os planos,
    Fazer o seu querer
    Fazer o que lhe apraz, sem dar explicação
    Conhecer teu sentimento, avaliar tua reação
    E se Ele não quiser fazer o vento cessar
    E se Ele não quiser o mar acalmar
    E no meio dessa tempestade
    apenas te restar a voz de um adorador
    E se Ele não quiser matar a faraó,
    Te levar lá no deserto e te deixar só
    E no meio da adversidade,
    um exército inimigo vier te afrontar
    Questiona ou adora?
    Questiona ou adora?
    Se Ele nada fizer, me mostra a sua fé
    Questiona ou adora?
    E se Ele não quiser fazer o vento cessar
    E se Ele não quiser o mar acalmar
    E no meio dessa tempestade
    Apenas te restar à voz de um adorador
    E se Ele não quiser matar a faraó,
    Te levar lá no deserto e te deixar só
    E no meio da adversidade,
    Um exército inimigo vier te afrontar
    Nós vivemos num contexto onde tudo tem que dar certo
    Ou Deus faz, ou Deus faz
    Quando isto não acontece,
    Nos decepcionamos, nos frustramos
    E achamos que Deus nos esqueceu,
    Que Deus nos abandonou
    Mas na verdade Deus quer saber
    Se você é um verdadeiro adorador
    Então cante, adore!
    Eu prefiro adorar
    Se Ele nada fizer, eu uso a minha fé
    Eu prefiro adorar

    ResponderExcluir
  18. http://fuhrer-brasileiro.blogspot.com.br/2014/08/david-cole-revisionista-judeu.html

    ResponderExcluir
  19. Com todos esses comentários acima, ainda prefiro ficar com esse: http://sionismo.net/historia/o-holocausto-um-tipico-mito-sionista/

    ResponderExcluir
  20. Voces podem ler esse livro também para entender sobre a manipulação Judaica. Podem ler o próprio TALMUD. https://apologiajudaica.files.wordpress.com/2011/01/9d1f5-sinagoga.jpg

    ResponderExcluir
  21. Não que eu seja contra Judeu o Nazista. Existe uma grande diferença entre Judeu e Sionista (o livro acima: SINAGOGA DE SATANÁS, explica muito bem a diferença). Agora fotos podem ser manipuladas, maquiadas, usadas para impressionar. Junto com a mentira que te contam. Basta fazer uma busca na própria internet e vão encontrar muitas. O problema é que somos enganados desde a infância, com histórias mentirosas. Lembra que na infância o Brasil foi descoberto por Cabral?
    Que a melhor estimativa do número total de judeus que morreram ou foram mortos ( não “gaseados” ou “incinerados”) dentro e fora de campos de concentração alemães em virtude da brutalidade nazi, fome, doenças, causas relacionadas com a guerra , ou por outras razões, varia entre 300.000 e 500.000 (não 6 milhões). Deve ser indicado aqui que, durante a II Guerra Mundial, cerca de 74 milhões de pessoas morreram, a esmagadora maioria dos quais não eram judeus, incluindo o bombardeio atómico das cidades japonesas de Hiroxima e Nagasaki.

    ResponderExcluir
  22. No meu entendimento tem um monte de mentira nessa história que nos foi contada.

    ResponderExcluir

  23. Texto instigante. A propósito dele sugerimos: http://saudepublicada.sul21.com.br/2015/12/15/mein-kampf-liberar-ou-proibir-a-leitura/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sugiro ler também o Talmud e os Protocolos dos Sábios de "Sião". Mein Kempf é refresco perto desses livros Satânicos. Sugiro também a lerem o livro do judeu Gerard Menuhin - "Diga a verdade e envergonhe o diabo" onde ele cita que o Holocausto é a maior mentira da História e que Hitler foi o único chefe de estado a combater a plutocracia judaica.

      Excluir
  24. Na sombra desse "holocau$to" se esconde o comunismo judeu dos judeus assassinos Lênin, Trotsky, Kaganovich, Frenkel, Yagoda, Beria, Ana Pauker e ect. que mataram mais de 60 milhões de pessoas! Porque não falam disso aí seus panacas judaizados, lambendo o rabo dos judeus!

    ResponderExcluir
  25. Respostas
    1. matzenbacher POR QUE VOCÊ NÃO CALA A BOCA E SE RECOLHE À SUA TOCA? O MUNDO JÁ TÁ CHEIO DE LOUCOS, NAZISTAS, PSICOPATAS, SERIAL KILLERS, ETC...AGORA APARECE UM NOJENTO FALANDO QUE O HOLOCAUSTO NÃO EXISTIU? VAI PARA AQUELE LUGAR NAZISTA BORRADO

      Excluir
  26. Quem está praticando atrocidades na Palestina. São os herdeiros do holoconto.Quanta demagogia.

    ResponderExcluir
  27. Respostas
    1. VC NÃO PASSA DE UM NAZISTA COVARDE INCITAÇÃO AO ÓDIO RACIAL É CRIME!

      Excluir
  28. Tem uma galera ai que viaja, querer justificar a merda que os Nazistas fizeram citando a loucura de Stalin é forçar a barra. Parece até que querem inocentar o cara ..." Não Hitler, Stalin foi mais fdp q vc, tá tudo certo, fica de boa ..."

    ResponderExcluir
  29. Terrível é jogar uma bomba atômica em cima de uma cidade cheia de civis inocentes(Hiroshima e Nagasaki)...mas quem a jogou venceu a guerra...então está tudo certo não é?

    Não se enganem...todos os envolvidos na guerra cometem crimes...mas só o lado derrotado é levado à julgamento.

    ResponderExcluir
  30. Nos Eua existiam negros morrendo nas ruas por brancos em tempos de direitos civis, stalin fez um expurgo de oficiais poloneses antes da guerra começar, comunistas metralharam perseguiram torturaram e executaram com sua kgb e ainda tem imbecil idolatrando os vermelhos, patton foi morto pelo governo americano depois de fazer o q fez pela patria, id amin dada executou milhares na africa, e hoje o holocausto ainda existe, o estado islamico persegue poribe tortura e mata como quer e ainda poe em internet e vcs nao debatem isso, ta vendo como o mundo so ve o q qr? Até eu já to desacreditando de muitos fatos com tanta contradição, houve mortes em massa claro, existiu sim, mas igualzinho as diversas DEMOCRACIAS espalhadas e amadas pelos idiotas ao redor do globo terrestre e tem gente aqui q pensa q tem moral pra apontar o dedo e falar: vc é alienado, ora vaaah, estudar e ler muito antes de arir a boca faz bem !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. há coisas que não são preciso debater...de tão evidentes que são.

      As pessoas não precisam debater sobre certos assuntos para mostrar se concordam ou não com aquilo, qualquer um que vive em um estado democrático de direito sabe a resposta automaticamente sobre o que o ISIS faz.. as pessoas não agem somente quando debatem antes..Noa caso do nazismo, o debate é aceso porque temos pessoas que tentam revisionar a mais bem documentada atrocidade feita pelo homem contra si mesmo.

      Outro ponto..debater a favor da legitimidade do holocausto, não faz de ninguém simpatizante de Judeus, muito menos em uma sociedade amparada e limitada por leis.. mas nos faz simpatizantes por uma sociedade melhor, carente de ordem e paz, principalmente no Brasil.

      Excluir
  31. Ah tá o muro de berlin do maravilhoso estado comunista fez um lindo trabalho com aqueles q ousavam atravessá-lo ne? E tem babaca q usa a foice e o martelo com orgulho num gorro ou patch na roupa e se diz defensor desse lixo, alemanha sofreu a troca de uma ditadura por outra, simples assim, e se eu to errado? Mostra q to falando merda blz???

    ResponderExcluir
  32. Nos Eua existiam negros morrendo nas ruas por brancos em tempos de direitos civis, stalin fez um expurgo de oficiais poloneses antes da guerra começar, comunistas metralharam perseguiram torturaram e executaram com sua kgb e ainda tem imbecil idolatrando os vermelhos, patton foi morto pelo governo americano depois de fazer o q fez pela patria, id amin dada executou milhares na africa, e hoje o holocausto ainda existe, o estado islamico persegue poribe tortura e mata como quer e ainda poe em internet e vcs nao debatem isso, ta vendo como o mundo so ve o q qr? Até eu já to desacreditando de muitos fatos com tanta contradição, houve mortes em massa claro, existiu sim, mas igualzinho as diversas DEMOCRACIAS espalhadas e amadas pelos idiotas ao redor do globo terrestre e tem gente aqui q pensa q tem moral pra apontar o dedo e falar: vc é alienado, ora vaaah, estudar e ler muito antes de arir a boca faz bem !!!

    ResponderExcluir
  33. a verdade é que morreu um monte de gente dos dois lados a pergunta é morreram pelo que ? por que ? enquanto vocês ficam ai discutindo quem é o bem quem é o mal a porra toda ainda acontece de forma velada de ambas as partes e e formas é só olhar a atual situação do planeta a beira de uma 3° guerra mundial pelos mesmos interesses política, preconceito, racismo e tudo aquilo que já foi citado nos comentários anteriores o que adianta falar se as atitudes são as mesmas mesmo que seja de uma silenciosa mas maldosa muitas das dizemos que não somos preconceituosos mas na primeira oportunidade que temos vem o preconceito no subconsciente ai vc pensa mas não diz vamos mudar de atitude que é e parar com a baboseira de ficar procurando culpado.

    ResponderExcluir
  34. Faltou falar que judeus declararam guerra contra a Alemanha. Se alguém duvida é só pesquisar!

    ResponderExcluir
  35. Vi que no texto acima a tendência em aumentar ou fomentar o holocausto, promovida principalmente pelo cinema, é grave.

    Mas pergunto a qualquer um.. o que é mais grave para a sociedade? Supervalorizar e intensificar as lições aprendidas com o holocausto e conviver com esse "freio" psíquico e político, ou pormenorizar o holocausto, dia após dia, até que ele caia no esquecimento ou na banalidade de seu fato, o que daria margem para haver novos holocaustos?

    Para qualquer pessoa de bom senso, a resposta é clara! Até porque basta analisar a Alemanha de hoje e perceberá que ela poderia estar muito melhor se não fosse a política racial e nacionalista do nazismo. Seria a maior potencia do mundo, poderia ter soberania de verdade e provavelmente não estaria sendo impelida a se tornar um país multiétnico.

    Acho que devemos ser pragmáticos, e considerar os impactos dessa decisão sobre o que valorizar ou desvalorizar, com relação ao principal objetivo de um verdadeiro cidadão, que é fazer a sociedade brasileira, da qual fazemos parte, ser melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. corrigindo as duas primeiras linhas:

      Vi que no texto acima é enfatizado que a tendência em aumentar ou fomentar o holocausto, promovida principalmente pelo cinema, é grave.

      Excluir
  36. A verdade é que a guerra traz tanta maldade para os seres humanos que, dividem e causa discórdias ate hoje , inclusive aqui nos comentários que li....
    quando se trata de guerra e qualquer outro ato covarde sempre haverá divisões de opiniões,seja consciente ou inocente as divergências irão existir. Só não podemos deixar nossas opiniões orgulhosas e vaidosas extrapolar e transformá-las em outra especie de guerra .
    toda guerra nasce em uma divergência de opinião , que pra min pode se chamar falta de respeito e amor ao próximo.

    ResponderExcluir
  37. A verdade é que a guerra traz tanta maldade para os seres humanos que, dividem e causa discórdias ate hoje , inclusive aqui nos comentários que li....
    quando se trata de guerra e qualquer outro ato covarde sempre haverá divisões de opiniões,seja consciente ou inocente as divergências irão existir. Só não podemos deixar nossas opiniões orgulhosas e vaidosas extrapolar e transformá-las em outra especie de guerra .
    toda guerra nasce em uma divergência de opinião , que pra min pode se chamar falta de respeito e amor ao próximo.

    ResponderExcluir
  38. As imagens mostradas são sempre as mesmas,não há registro de funcionamento das camaras de gás,não há sequer UMA imagem delas em funcionamento,nos registros de crescimento da população nesses anos de guerra não diminui aumentou em pequena porcentagem,o total de mortos declarado não é real, porem os judeus preferem assim, ganham o fortalecimento politico e econômico , quando os proprios judeus se consideram soberanos, só eles são humanos e nós nao judeus somos "BESTAS" .
    Realmente não existe provas de que isso aconteceu, e eu tambem acredito q não aconteceu porque eu pesquisei muito e isso é só um resumo.

    ResponderExcluir
  39. Eu com ódio de Judeus? Nananinanão...tenho ódio das mentiras....a grande maioria de Judeus mente muito...Dizem que são semitas...hehe...`Perguntem lá pra um judeu que admiro muito, Benjamim Freedmann, o que ele acha do povo judeu. Vou adiantar um pouco: UMA FARSA...

    ResponderExcluir
  40. Para entender a questão judaica eu li em torno de 480 livros de diversas origens. Felizmente isso me permite ver a questão de todos os lados sem ódio. A Alemanha a poucos anos estabeleceu em lei que quem ( como muitos fazem aqui ) negar esta página negra da história alemã por qualquer motivação vai preso. E não foram judeus alemães que fizeram a lei. Eles tiveram coragem de abordar os fatos e tentar resolver da melhor forma, no entanto, pessoas que não são alemãs, que não presenciaram os eventos, que não tem a documentação dos campos em mãos diz que não aconteceu nada. Leia como eu li e verão que se medirmos "toda a água que passou por baixo desta ponte" teríamos, pelo menos, mais uns 15 oceanos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iria Barrabas - Você pode ler um bilhão de livros mas se as fontes forem envenenadas você vai continuar falando bobagens. Indicação de sites revisionistas:
      INACREDITAVEL, DESATRACADOS, CAFE NO BULE, O SENTINELA e outros sites indicados por eles.

      Excluir
  41. Caro Marzenbacher, já que o senhor parece tão convencido do não acontecimento dos fatos apesar disso estar estampado em pleno centro da Alemanha, livros, documentários, fotos e atestado por milhares de pessoas que viveram em campos de concentração , aposto que o senhor foi um desses bem cuidados presos judeus que viveu nessa época e está defendendo a barbárie Nazista. Isso chega a ser um insulto aos milhões que sofreram direto e indiretamente com tudo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estas defendendo a barbárie do comunismo judeu com mais de 80 milhões de mortos no Gulag judaico! Estas defendendo os assassino comunistas judeus Lênin, Trotsky, Kaganovich, Frenkel, Yagoda, Ana Pauker e otros assassinos do comunismo judeu que mataram milhões de pessoas!

      Excluir
  42. Os alemães de hoje estão sob poder juadaíco até hoje. Nunca houve assinatura da paz. Sabias que Ângela Merkel é uma judia bolchevista e os anteriores primeiros ministros também foram judeus ou controlado por eles? Então o que tu achas o por que de ter todos aqueles enfeites, documentários, literaturas, fotos adulteradas ou indutivas sobre "holocausto". Quase 100% das testemunhas foram desnascaradas. O povo alemão está escravizado mentalmente. Ai de quem conteste sobre holocausto lá! É preso! Tá proibido duvidar do "holocausto". Enfim é farta a documentação que prova que foi mentira...Então sr. Desconhecido você é mal informado e quer debater comigo. Vá estudar em site revisionistas que cairá escamas do seus olhos...Não vem com não me venha.

    ResponderExcluir
  43. QUANDO AS FONTES SÃO VICIADAS AS CONCLUSOES SÃO INCORRETAS,NESTA HISTÓRIA NÃO EXISTE NINGU- ÉM BONZINHO O MAIS BONZINHO FOI AJUDANTE DO CAPETA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  44. "3 - O Holocausto não se resumiu aos judeus
    Não há dúvidas que o povo mais perseguido pela Alemanha Nazista foi o judeu, mas não foram somente eles que sofreram perseguições, prisões e execuções sumárias. Entre os indesejáveis do Terceiro Reich também figuravam outros grupos étnicos não-arianos, como os ciganos e eslavos. Outras categorias como aleijados, homossexuais e inimigos políticos (comunistas, anarquistas, testemunhas de jeová, etc...) também acabaram em campos de concentração."

    Há indicios de que a SS tinha um efetivo de soldados negros e asiaticos, arabes e até alguns judeus ortodóxos (se não me engano, essa parte não me recordo bem)
    Não to dizendo que não perseguiam pessoas, mas que esse ódio não era tão ariano assim...
    Inclusive tem imagens disso tudo, e de Hitler dando autógrafo a um negro.

    ResponderExcluir
  45. Sem contar que a Alemanha Nazista era Socialista, um caminho para o Comunismo, como podiam eles odiar Comunistas?

    ResponderExcluir
  46. Os Judeus pagaram pelo erro de negar o Messias quando veio a este mundo. e Pecaram ao pedir a Pilatos que o sangue inocente de Jesus caísse sobre eles e seus filhos. desde então Israel sofreu com a invasão de Jerusalém no ano 70 pelo general Tito. Perdeu a sua casa sendo uma nação sem terra espalhado pelo mundo. mas não trem como negar as atrocidades que eles sofreram durante a II Guerra Mundial. Hitler e Mussolini eram dois malucos. Porem a historia ensina que o holocausto é mais uma prova que não reconhecer Jesus como o Messias e não se arrepender dos pecados o recebendo como salvador trás dores e sofrimento. Tanto para o Judeu quanto para qualquer outra nação.Então ele vos será por santuário; mas servirá de pedra de tropeço, e rocha de escândalo, às duas casas de Israel; por armadilha e laço aos moradores de Jerusalém.
    Isaías 8:14
    E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. 1 Pedro 2:8. pense nisso antes que o seu holocausto chegue.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então você acha mesmo que deus, aquele que cujo o filho disseminou o amor e a paz na terra até para o pior de seu inimigo, você realmente acha que Ele, por mero rancor, por uma atitude antiga tomada por pessoas que à milenios deixaram de existir, vc acha que ELE PERMITIU E INFLUENCIOU, ou melhor, ORDENOU A MORTE DE MILHOES DE VIDAS INOCENTES ? Se caso ele tenha feito isso, então ele é pior que o proprio demonio do hitler.

      Excluir
  47. Povo racista, apoiou até o fim essas monstruosidades.

    ResponderExcluir
  48. Eu sinceramente não entendo o por que de tanto comentário repreensivo ao tema e à matéria. Se a mídia sensacinalizou o holocausto ou não, qual a diferença ? Milhões de judeus inofensivos foram mortos esse fato basta para quem tem o mínimo de humanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Forget - "Milhões de judeus inofensivos"? Prova. Ninguém provou. É só falacia e propaganda! Te liga. Olha o revisionismo aí desmistificando a má informação!

      Excluir
  49. Que me desculpem os mal informados e os probres de almas e coração, mas o q tem haver o hoje com o ontem o que tem haver as criaças com seus pais. qualquer um que apior ou desculpar mesmo que 0,000000001% das atrocidades cometidas por esse animal e sua população de der desculpas para tal nao merece o direito de ser chamado de ser humano, envergonhem-se aqueles que assim o fazem
    sejam da europa o usa ou brasil ou russia ou qq um que cometeu ou defendeu esses atos deveriam ser condenados ao inferno
    o q os judeus fazem com palestinos ou qq outra raça não eh justificatica para o holocasto que existiu sim
    me envergonho de ser humano so de isso ter acontecido e mais ao ler esse comentarios de de duvida ou apoio mesmo de leve
    se essa e a voz da humanidade que se lance bombas atomicas sobre nosso globo e se extermine a humanidade ou que DEUS bata seu cajado sobre nos e destrua sua obra, e que o universo lembre que Desus errou pelo menos um vez ao criar o homem
    mas se hover um unico ser que condene o holocausto que esse sobreviva para a preservação da palavra humanidade
    se envergonhem qualquer um que apoiem mesmo de um pouco isso
    nada escrito nesse site desculpa o que aconteceu
    sejam os q sofrera, judeu, ciganos, slavos, negros, comunistas, gays, deficientes ou qq outra coisa
    deveriam exister leis contra sites como esses e seus comentarios

    assina um espirita, catolico batizado, heterosexual e envergonhado de ter sequer entrado neste site e lido esses comentarios

    ResponderExcluir